A Cura Vibracional, como chamo minha missão e trabalho, consiste em limpar crenças, acordos inconscientes opcionais com ancestralidade ou de outras vidas, processos bioquímicos e qualquer outra forma de autolimitação.

Já nascemos prontos, munidos de talentos e de um sistema orgânico multidimensional mais que inteligente, de complexidade tecnológica que jamais poderíamos imaginar e conectados através de nossa sabedoria inata, nossa consciência, com a Inteligência Maior, a consciência universal, que garante o equilíbrio e homeostase de tudo que existe.

Não há nada de excepcional, a não ser aceitarmos não ter que resolver tudo a partir do racional.

Aceitar que somos um aparelho muito maior que o cérebro e muito do que não é visto também existe (energia elétrica, temperatura, sentimentos, sensações são exemplos e nosso poder também). Podemos apenas receber soluções, respostas, idéias a partir da glândula pineal. Nossa mente busca soluções conhecidas, repete, preserva. Quem cria é a consciência, acessando dimensões em que o cérebro não é capaz de atuar, já que trabalha apenas com o conhecido. Quem abre e dinamiza a atuação desta consciência e sua ligação com a consciência universal é a glândula pineal, nosso link pronto pra ser usado, mas desativado pela quantidade de lixo que carregamos. Esta glândula manda mensagens para nossos corpos físico, mental, emocional e supraconsciente através das glândulas hipófise e pituitária. A partir daí produzimos hormônios que são o start para todas as nossas sinapses (reações de ordem física, mental e emocional).

Meditação, contato com a natureza e autoconhecimento para limpar crenças e emoções limitantes são formas de fazer uma ginástica de forma a, gradativamente, colocar esta glândula pra funcionar e RECEBER.

Nossa mente jamais seria capaz de imaginar a amplitude de nossos horizontes de vida.

Se assim pudesse, nada evoluiria. A única magia é a de aprendermos a transmutar padrões de pensamentos e de emoções, estabelecer a conexão, o link e exercermos nossas capacidades em plenitude. Ou seja, mudar a freqüência vibratória; uma questão explicada de forma simples pela física e, melhor ainda, pela física quântica. Fazemos magia sem perceber a cada pensamento ou emoção que nos tiram força, pois cada um deles cria e perpetua uma realidade para nossas vidas. Nossa capacidade de criação não para. Assim como o universo é mantido por ações ininterruptas, nosso sistema também. Veja, nem mesmo precisamos querer para respirar ou o nosso coração bombear sangue por todo o corpo, disparando tudo que nos mantém vivos. Também não precisamos querer para sentir ou lançar um pensamento. E, quando percebemos, emoções e pensamentos já criaram algo dentro de nós, que acaba se materializando em nossas vidas, pode ser um medo ou por um sonho.

Somos uma amostra, um componente de tudo o que existe.

Temos a mesma proporção de água que o planeta, a mesma proporção de minerais, exatamente iguais. Somos uma amostra, um componente de tudo o que existe. Nossa visão individual de nós mesmos é uma ilusão, mas é, também, um mecanismo inteligente chamado ego. Ele ajuda a manter- nos vivos na estrutura terrena, que tem limitações que a cósmica, de onde nós e tudo que existe se origina, não teria. Por isso precisamos de algum assistente que nos diga o que pode e o que não pode. Pular da janela não pode; colocar a mão no fogo não pode. Mas o ego é o assistente e a consciência é o presidente da corporação. Dar poder demais ao ego por conta de memórias e medos ultrapassados é um grande perigo que condena a corporação a falência ou funcionamento precário (doenças, tristezas, fracassos), apenas repetindo e repetindo. O assistente não sabe criar. Ele só sabe dar assistência a quem cria. Então a quem estamos dando poder em nossas vidas?

Somos completamente dotados e com o dever de ser feliz, só estamos aqui para isso, nada além.  

Não temos que merecer. Sempre merecemos! Fomos criados a imagem e semelhança do Criador e somos a única espécie deste planeta com capacidade de CRIAR.

Toda e qualquer coisa que construímos em nosso ser e em nossa vida acontece a partir de uma ideia, da imaginação. O primeiro passo é uma ideia, depois imaginar, depois desejar, depois ter a intenção, a decisão e depois atitude coerente. Mas não se trata de fazer e sim de adotar uma postura, alinhar razão, emoção e pequenas ações cotidianas, inclusive o que pensamos, o que comemos, do que nos alimentamos pela boca, pela visão, pela mente, pelo corpo e emocionalmente. Mas quando se trata de entrarmos em nosso próprio destino, fomos condicionados com crenças que não servem mais de que querer brilhar ou ganhar muito dinheiro ou ser lindo, próspero e amado é querer demais. Para chegar a topos mais altos é preciso uma atitude diferente.

Não precisamos aguardar dificuldades que nos tirem da zona de conforto, podemos criar uma vida nova e acreditar nela. O grande diferencial de grandes figuras de sucesso não é nenhum dom extra, é simplesmente terem acreditado em suas idéias.

A Cura Vibracional consiste nesta limpeza e sintonização com propósito divino, talentos e poder pessoal. Há uma gama de ferramentas, para diferentes pessoas em diferentes momentos. De qualquer forma , é a Grande Consciência que orienta o trabalho, pois o que estamos buscando é, afinal, a sintonização com este grande computador, que contem todas as respostas, soluções e caminhos.

O cliente sai com orientações para um recondicionamento para uma vida feliz, repleta de autorrealização.

Adriana Mangabeira
adriana@ser-quantico.com

Comentários

Comentários