Quando estamos bem com nossa alma, tudo fica bom.

Quando estamos aceitando nosso corpo nada nos aborrece.

Agora, quando não estamos bem, é difícil até de sair de casa. Em um mundo onde a beleza física é o cartão de visitas, o corpo fora dos padrões estéticos mexe com a mente, deixando-a doente e criando uma capa para nos esconder do mundo. Essa capa pode ser cada vez mais gordura nos levando à obesidade.

O que venho reparando muito em meus atendimentos é que boa parte das pessoas engorda devido a crises emocionais, gravidez complicada, términos de relacionamentos, traições ou doenças físicas que deixaram seu emocional muito abalado. E por vergonha do peso extra – que é apontado pelo mundo a cada esquina –, elas se insolam no seu mundo, onde o único prazer, muitas das vezes, é dormir e comer.

Muitas reclamações surgem quando as pessoas com pouca autoestima vão procurar ajuda de profissionais, que atendem seus pacientes olhando para o relógio e os tratando como se o sobrepeso fosse por falta de vergonha ou gula. E a frase é repetida à exaustão: “precisa se esforçar para emagrecer, senão não pode reclamar”.

Infelizmente esses profissionais perderam a sensibilidade com as pessoas, que nesse momento precisam se aceitar e, então, olhar para seu corpo e sentir vontade de cuidar dele.

Pense: se vamos a uma feira e vemos legumes feios e murchos, queremos compra-los para fazer o jantar?  A resposta óbvia é não. Agora, se olharmos aqueles legumes bonitos e cheios de vida, levamos, cuidamos e preparamos uma bela refeição, não é mesmo? Por quê? Aquilo que é bonito aos nossos olhos é mais fácil de cuidar.

O segredo da autoestima é se amar como você é. Se amarmos nosso corpo, vamos sentir vontade de cuidar dele com exercícios, banhos, roupas bonitas e muito mais. No entanto, se tratamos nosso corpo com repulsa, achando que ele é um castigo, isso só vai piorar, podendo nos levar a doenças graves emocionais como, por exemplo, a depressão.

Rodonita

RodonitaÉ nesse momento que esse cristal entra em nossa vida, pois ele nos ensina a amar nosso corpo, aceitar nossas mudanças sem ficar o tempo todo se olhando no espelho e reclamando de como mudamos. Ele ajuda a enxergar nossa verdadeira beleza e, assim, estimula o cuidado com nosso corpo e nossa alma.

Ele nos ajuda a entender que todos nós somos portadores de amor e beleza, e que nem sempre o padrão estético vendido na TV é realmente a beleza que desejamos.

Nosso corpo é nosso templo nessa Terra, por isso é muito importante amá-lo e respeitá-lo. Somente assim podemos cuidar dele, pois com diz o ditado “quem ama cuida!”

Como usar

A Rodonita pode ser usada como pingente junto ao quartzo rosa, na altura do coração, por tempo determinado por você. Ou pode ser usada sozinha, antes de dormir ou ao acordar, na altura das genitais ou quatro dedos abaixo do umbigo (1° ou 2°chakra) por 20 a 30 minutos.

Para mudarmos fora de nós é necessário mudarmos dentro, o amor é a cura para todos os desequilíbrios. Ame-se e logo perceberá que tudo de ruim se transformou.

Deixe sua opinião, a troca é fundamental para crescermos.

Com amor e luz, Auriel dos Anjos.

•••

Clique aqui para saber mais sobre Auriel dos Anjos e seu trabalho com cristais.

Comentários

Comentários